Fotos de Gizé, no Egito

junho 30, 2011 Postado por
Ana Paula Hirama

Foto Destaque: Ana Paula Hirama/Flickr

Pergunte a qualquer turista qual lugar ele gostaria de ver antes de morrer e provavelmente na lista de destinos estão as Pirâmides do Egito. Mas você sabe em qual cidade elas estão localizadas? Gizé é o nome do lugar que abriga as misteriosas pirâmides e recebe milhares de turistas em busca do tesouro perdido dos faraós.

Construídas como última homenagem ao faraó e sua família, cada pirâmide segue um tamanho baseado na hierarquia.  Conheça por estas fotos um pouco mais da história da cidade de Gizé e das últimas remanescentes da lista das sete maravilhas do mundo antigo: as Pirâmides do Egito.

Gizé, a oeste do Rio Nilo, é a terceira maior cidade do Egito e seu apelido é ‘gêmea de Cairo’, cidade que fica a 20 km e é a capital do país. Foto: Crlsblnc/FLickr

Os camelos já foram o principal meio de transporte de Gizé. Atualmente são usados pelos policiais e para passeios com os turistas. Foto: Héctor de Pereda/Flickr

Gizé está à margem do Rio das Histórias Egípcias: o Nilo. Considerado rio sagrado, o Nilo era visto pelos faraós como responsável por nutrir toda a natureza. Pode-se entender esta crença pelo fato de haver nos arredores somente deserto. Foto: Saulo Alvarado/Flickr

O Complexo onde estão as famosas pirâmides do Egito é chamada de Necrópoles de Gizé. Além destas obras, no local há tumbas e a Esfinge. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

Tudo o que envolve as pirâmides do Egito é cercado de mistério. Como conseguiram levar estas gigantescas pedras até o topo? Tiveram ajuda de ET’s, humanos super avançados, escravos? O que se sabe é que cada uma é a representação do poder dos faraós: Quéops, Quéfren e Miquerinos. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

A Pirâmide de Quéops ou a Grande Pirâmide foi construída em cima da tumba do Faraó Queóps que governou o Egito por 23 anos. A partir de cálculos avançados para a época, a pirâmide foi erguida seguindo a iluminação de duas estrelas: Orion e Polar, para que a incidência de sua luz iluminasse a câmara interior. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

A Pirâmide de Quéfren dá a impressão de ser a maior por causa do desnível do solo, mas na verdade ela é apenas a segunda maior. Quefrén era o filho do temido faraó Quéops e no interior de sua pirâmide foi encontrado o seu sarcófago, porém seu corpo não estava lá. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

Decifra-me ou te devoro. A representação da esfinge também aparece na mitologia grega. Ares envia a esfinge à cidade de Tebas para que ela desafie a todos com seus enigmas indecifráveis. Somente Édipo consegue a façanha de responder corretamente ao enigma e assim ganha como prêmio Tebas. A esfinge se mata do modo que fazia com quem errava seus desafios: se devorando. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

O motivo de não haver nariz na figura da Esfinge é um mistério que se mantém até hoje. Há várias especulações sobre a razão dela ter se deteriorado: corrosão pelos anos em que ficou soterrada na areia, alguma explosão das tropas de Napoleão, do exército inglês ou depredação. O fato é que a Esfinge é a representação do faraó Quéfren sentado próximo à sua tumba. Foto: Marta Vieira Pereira/Flickr

A menor pirâmide da necrópole: Miquerinos. Filho de Quéfren, o faraó teve um reinado creditado como justo. Quando encontraram o seu sarcófago, decidiram mandá-lo para Londres para investigá-lo; infelizmente, o barco afundou próximo a Portugal e o sarcófago se perdeu. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

Um provérbio árabe fala que “O tempo ri para todas as coisas, mas as pirâmides riem do tempo”. Das pesquisas feitas e escavações realizadas, foi descoberto que no interior de cada pirâmide existe um núcleo com a tumba, porém os corredores ainda não foram totalmente desvendados. Foto: Ana Paula Hirama/Flickr

Ao lado da esfinge e da Pirâmide de Quéops, fica uma movimentada rodovia de acesso à cidade. Foto: Jay Tamboli/Flickr

No campo central de Gizé estão as mastabas, nome dado a este banco de rochas que serve como tumba, assim como as pirâmides. Quem recebia a honra de ter uma mastaba eram oficiais de confiança do faraó e parentes próximos. Esta mastaba é pertencente à rainha Khentkaus I. Foto: Kairoinfo4u/Flickr

E você, tem vontade de conhecer as pirâmides do Egito ou tem alguma teoria sobre a construção delas? Compartilhe a sua opinião na nossa caixa de comentários!

 

Esse post foi escrito para o Blog da MalaPronta.com, hotéis no Brasil e no Mundo pelo menor preço!

Samantha
Samantha

Samantha Alievi é jornalista e ama viajar (sem gastar muito), conhecer novos lugares e culturas. Se pudesse percorreria o mundo acompanhando o circuito de tênis e o circo da Fórmula 1. Suas principais áreas de interesse no jornalismo são o cultural, esportivo e o científico.

Comentários

Comente via Facebook
Comente via InteseDebate (6)

6 respostas para “Fotos de Gizé, no Egito”

  1. ANA PAULA GONÇALVES disse:

    EU EMIHA FILHA GOSTAMOS MUITO DE VER E LER SOBRE AS PIRAMEDES,E ALGO MUITO MAGICO ,E UM MEIO DE VIAJARMOS DAQUI DE CASA,OBRIGADA POR POSTAR IMAGENS TAO BELAS QUE POSSAMOS APRECIAR ..

  2. Dilio disse:

    Estive no Egito e visitei as piramides e a esfinge, é uma sensação maravilhosa poder ver o que via apenas nos livros.

    Dilio – Vitoria E.S

  3. Color Mundi disse:

    Conhecer as pirâmides é uma sensação indescritível. Nada nos prepara para o que vamos sentir quando estamos ali, ao lado delas, olhando pra cima sem acreditar e sem saber o que falar. É um experiência que dura pra sempre.

  4. Edson disse:

    Acho que existe ainda mais mistérios, como a suposição de altas tecnologias que justificam a construção das pirâmides, que se fossem construídas como Tumba, só conseguiriam terminar antes do que iria "morar", se conseguissem terminar em no máximo 30 anos, por isso do mistério, em questões do escritos dentro das pirâmides, existem figuras de mesma situação desenhadas com alguns detalhes diferentes, podendo assim ser demonstrado que não tinham certeza do que desenhavam, mostrando que transcreviam uma história que ele não tinham presenciado, levando assim a lendas de Atlântida, onde a tecnologia era mais evoluída até que a nossa de agora, mas para desvendar tudo isso, precisamos buscar na ruinas verdadeiras, pois na net, podem ser confirmadas qualquer teoria, mas com dados reais não tem como inventar, um dia desvendaremos esses mistérios..

  5. samantha_malapronta disse:

    Oi Kelbert!

    Obrigada pelas novas informações. Você sabe pq eles só mediam até 1,60?

    Abraços!

  6. kelbert disse:

    As pirâmides desafiam o tempo a a nossa imaginação. As pedras transportadas de barco desde Aswan e Tebas pesando entre 2 e 4 toneladas cada revelam um impressionante trabalho. Na época a espectativa de vida era de 30 anos e as pessoas não mediam mais que 1,60m. A obra de engenharia segue sendo um enigma igual a da Esfinge.

Deixe uma resposta